Artigos

Artigos originais e traduções de bons textos que encontramos na internet. A confiabilidade dos conteúdos oferecidos é nossa maior preocupação, por isso buscamos postar apenas textos com bibliografias e/ou que venham de fontes confiáveis.

Salamina: Um romance histórico sobre as Guerras Médicas

Artigos > Grécia Antiga  |  1,9 mil visualizações  |  837 palavras

Salvar nos favoritos
Capa do artigo: Salamina: Um romance histórico sobre as Guerras Médicas

O autor Javier Negrete.

Tirei uma folga dos livros de História e dediquei os últimos dias a ler o romance histórico "Salamina", do autor espanhol Javier Negrete. Obra publicada no Brasil pela editora Planeta.

Embora o título da obra se refira a famosa batalha naval de Salamina, ocorrida em 480 a.C., a obra narra todas as principais batalhas do conflito conhecido como Guerras Médicas, desde a repressão as revoltas na Jônia, as batalhas de Maratona e Termópilas, a batalha de Artemísio, a evacuação de Atenas e a batalha final de Salamina. Na verdade, nesse livro de cerca de 600 páginas, apenas as 50 páginas finais se dedicam a descrever a batalha que dá nome a obra.

A capa da versão brasileira do livro.

Sou um grande fã de romances históricos, e já falei um pouco sobre isso em outro artigo (Bernard Cornwell e a ficção-histórica). Acredito que a ficção-histórica pode ser muito útil para mostrar como todos os conceitos trabalhados na História funcionavam na prática. Além de também servir de estímulo para os estudos. Depois de ler esse romance sobre as Guerras Médicas, fiquei super empolgado para aprender mais sobre o tema, e logo comecei a ler a obra 'Fogo Persa', de Tom Holland, um livro de História totalmente dedicado a descrever esse conflito.

Javier Negrete e o livro Salamina

Javier Negrete é professor de grego, tradutor de Plutarco e já possuí diversas obras ambientadas na Grécia Antiga, sendo Salamina a primeira delas a ser publicada no Brasil. Nessa obra fica clara a sua erudição, e a utilização de fontes primárias e extensa bibliografia são pontos que chamam a atenção.

A obra começa com o cerco e a conquista de Erétria pelos persas em 490 a.C., alguns meses antes da batalha de Maratona. Essa descrição serve ao propósito de introduzir Apolônia, uma personagem completamente fictícia que vivia em Erétria e se tornaria o interesse amoroso do personagem central da obra, o ateniense Temístocles.

Temístocles era um político, general e o principal líder de Atenas durante a fase final das Guerras Médicas. É a partir do seu ponto de vista que acompanhamos a maior parte dos eventos. Outra personagem que recebe um destaque especial na obra é Artemísia, rainha de Halicarnasso e uma das comandantes do exército de Xerxes.

O livro apresenta em detalhes as relações entre os políticos atenienses, os conflitos de classe entre eupátridas e os demais cidadãos, as relações difíceis e a falta de união entre as diversas cidades-estados gregas, o imenso poder do Rei dos Reis persa, a burocracia e as dificuldades de organização do exército persa em guerra, etc.

Alguns pontos chamam a atenção nessa obra. Ao final de cada um dos três atos da obra, o autor apresenta trechos de obras de Heródoto, Plutarco e outros autores clássicos que comprovam a veracidade de cenas descritas nas páginas anteriores, um recurso realmente fascinante. Além disso, a obra também conta com uma análise histórica de 13 páginas ao final do livro, além de várias páginas de referências bibliográficas. Realmente fica claro o cuidado do autor para criar uma obra que não desrespeite o passado.

Recomendo que todos aqueles que se interessam pelo tema das Guerras Médicas e, em geral, pelas civilizações grega e persa, que leiam essa obra. Será uma leitura extremamente prazerosa e irá contribuir para que vários aspectos confusos dessas civilizações se esclareçam.

Outros romances históricos sobre a Grécia Antiga

Salamina foi o segundo romance que li sobre a Grécia Antiga, mas esse é, na verdade, um tema bastante popular. Para aqueles que tem interesse em ler romances históricos sobre a civilização grega, indico que visitem nossa nova seção, totalmente dedicada a oferecer um banco com indicações de livros de ficção-histórica, clique aqui para acessá-la.

Se você tem interesse nas Guerras Médicas, continue ligado no site, nas próximas semanas irei me dedicar a estudar esse conflito mais a fundo e iremos postar diversos conteúdos sobre o tema.

Gostou desse artigo?




Mais artigos sobre Grécia Antiga

Jogos Olímpicos na Grécia Antiga

As pragas na antiguidade - A praga em Atenas e os historiadores antigos

Parmênion e Filotas: a história de dois comandantes do exército macedônio

Artigo publicado em 28/03/2019.



Foto de membro da equipe do site: Moacir Führ

Escrito por

Moacir Führ

Moacir tem 34 anos e nasceu em Porto Alegre/RS. É graduado em História pela ULBRA (2008-12) e é o criador e mantenedor do site Apaixonados por História desde 2018.

Fechar

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet.
Não seja um troll.

Item salvo nos seus favoritos

Nova atualização do site

Pega Title Pega URL