210 razões para o declínio do Império Romano

Artigos > Roma Antiga  |  222 visualizações  |  1072 palavras

Capa do artigo: 210 razões para o declínio do Império Romano

A Queda de Roma, pintura de Thomas Cole (1836) mostra uma visão romântica da queda do império Ocidental .

O que teria causado a queda do Império Romano do Ocidente em 476? Esse é um dos temas que gera debates mais acalorados entre os historiadores. Ao longo da história, estudiosos tem proposto os mais diversos motivos para a queda desse, que foi um dos maiores e mais importantes impérios da história.

Em 1984, o historiador Alexander Demandt publicou um livro intitulado Der Fall Roms (A queda de Roma). Nele o autor discute a visão da queda de Roma pelas gerações posteriores, e apresenta uma lista com as diversas causas que estudiosos tem apresentado ao longo da história. Nada mais que 210 possíveis causas já foram defendidas!!

Alexander Demandt é um renomado historiador alemão, que foi professor de história antiga na Universidade Livre de Berlim (1974-2005). É especialista em Antiguidade, sobretudo Antiguidade Tardia.

Você realmente não pode errar dando 210 respostas, não é? A lista mostra a variedade de tópicos que já foi discutida entre historiadores de todas as épocas, e chama a atenção por algumas causas bizarras (bolchevização, celibato, falta de filhos, intoxicação por chumbo, prostituição, etc), embora muitas causas mais tradicionais também sejam citadas.

As causas apresentadas podem ser dividas em seis categorias principais:

  • Causas políticas (Ex: Despotismo, falta de sucessão imperial ordenada)
  • Causas militares (Ex: Ataque dos hunos e germânicos, guerra de duas frentes)
  • Causas econômicas (Ex: Questão agrária, inflação)
  • Causas culturais (Ex: Estoicismo, busca de prazer, idealismo moral, homossexualidade)
  • Causas religiosas (Ex: Abolição dos deuses pagãos, cristianismo)
  • Causas biológicas (Ex: Malária, envenenamento por chumbo)

A lista completa de Alexander Demandt:

1. Abolição dos deuses pagãos
2. Abolição de direitos
3. Ausência de caráter
4. Absolutismo
5. Questão agrária
6. Escravidão agrária
7. Anarquia
8. Anti-germanismo
9. Apatia
10. Aristocracia
11. Ascetismo
12. Ataque dos germânicos
13. Ataque dos hunos
14. Ataque de cavaleiros nômades
15. Atraso na ciência
16. Falência
17. Barbarização
18. Bastardização
19. Bloqueio de terras por grandes proprietários
20. Intoxicação do sangue
21. Bolchevização
22. Pão e circo
23. Burocracia
24. Bizantinismo
25. Capillarite sociale
26. Mudança de capitais
27. Sistema de castas
28. Celibato
29. Centralização
30. Falta de filhos
31. Cristianismo
32. Concessão de cidadania
33. Guerra civil
34. Deterioração climática
35. Comunismo
36. Complacência
37. Concatenação de infortúnios
38. Conservadorismo
39. Capitalismo
40. Corrupção
41. Cosmopolitismo
42. Crise de legitimidade
43. Excesso culinário
44. Neurose cultural
45. Descentralização
46. ​​Declínio do caráter nórdico
47. Declínio das cidades
48. Declínio da população italiana
49. Desmatamento
50. Degeneração
51. Degeneração do intelecto
52. Desmoralização
53. Esgotamento de recursos minerais
54. Despotismo
55. Destruição do meio ambiente
56. Destruição do campesinato
57. Destruição do processo político
58. Destruição da influência romana
59. Devastação
60. Diferenças de riqueza
61. Desarmamento
62. Desilusão com objetivos declarados de império
63. Divisão do império
64. Divisão do trabalho
65. Terremotos
66. Egoísmo
67. Egoísmo do estado
68. Emancipação de escravos
69. Enervação
70. Epidemias
71. Concessão de igualdade de direitos
72. Erradicação dos melhores
73. Escapismo
74. Dissolução étnica
75. Envelhecimento excessivo da população
76. Civilização excessiva
77. Cultura excessiva
78. Infiltração excessiva de estrangeiros
79. Liberdade excessiva
80. Urbanização excessiva
81. Expansão
82. Exploração
83. Medo da vida
84. Emancipação feminina
85. Feudalização
86. Fiscalismo
87. Sistema de gladiadores
88. Gula
89. Gota
90. Hedonismo
91. Helenização
92. Heresia
93. Homossexualidade
94. Cultura da estufa
95. Hubris (arrogância)
96. Hipotermia
97. Grandeza imoderada
98. Imperialismo
99. Impotência
100. Empobrecimento
101. Política imprudente em relação aos estados-tampão
102. Sistema educacional inadequado
103. Indiferença
104. Individualismo
105. Doutrinação
106. Inércia
107. Inflação
108. Intelectualismo
109. Fraqueza da integração
110. Irracionalidade
111. Influência judaica
112. Falta de liderança
113. Falta de dignidade masculina
114. Falta de recrutas militares
115. Falta de sucessão imperial ordenada
116. Falta de trabalhadores qualificados
117. Falta de chuva
118. Falta de religiosidade
119. Falta de seriedade
120. Grandes propriedades desembarcadas
121. Intoxicação por chumbo
122. Letargia
123. Nivelamento, cultural
124. Nivelamento social
125. Perda da disciplina do exército
126. Perda de autoridade
127. Perda de energia
128. Perda de instintos
129. Perda de população
130. Luxo
131. Malária
132. Casamentos de conveniência
133. Sistema mercenário
134. Envenenamento por mercúrio
135. Militarismo
136. Economia monetária
137. Ganância monetária
138. Escassez de dinheiro
139. Declínio moral
140. Idealismo moral
141. Materialismo moral
142. Religiões de mistério
143. Nacionalismo dos súditos de Roma
144. Seleção negativa
145. Orientalização
146. Saída de ouro
147. Excesso de refinamento
148. Pacifismo
149. Paralisia da vontade
150. Paralização
151. Parasitismo
152. Particularismo
153. Pauperismo
154. Pragas
155. Busca de prazer
156. Plutocracia
157. Politeísmo
158. Pressão populacional
159. Precocidade
160. Exército profissional
161. Proletarianização
162. Prosperidade
163. Prostituição
164. Psicoses
165. Banhos públicos
166. Degeneração racial
167. Discriminação racial
168. Suicídio racial
169. Racionalismo
170. Recusa de serviço militar
171. Lutas religiosas e cismas
172. Mentalidade rentista
173. Resignação
174. Restrição à profissão
175. Restrição à terra
176. Retórica
177. Ascensão de massas não educadas
178. Atitudes românticas em relação à paz
179. Ruína da classe média
180. Regra do mundo
181. Semieducação
182. Sensualidade
183. Servilidade
184. Sexualidade
185. Vergonha
186. Mudança de rotas comerciais
187. Escravidão
188. Ataques eslavos
189. Socialismo do estado
190. Erosão do solo
191. Exaustão do solo
192. Barbárie espiritual
193. Estagnação
194. Estoicismo
195. Estresse
196. Fraqueza estrutural
197. Superstição
198. Pressão da tributação
199. Terrorismo
200. Cansaço da vida
201. Totalitarismo
202. Traição
203. Tristeza
204. Guerra de duas frentes
205. Subdesenvolvimento
206. Comedores inúteis
207. Usurpação de todos os poderes pelo estado
208. Vã gloriosidade
209. Economia da Villa
210. Vulgarização

Gostou desse artigo?




Mais artigos sobre Roma Antiga

A rebelião dos escravos, os gladiadores e a série Spartacus

Templo de Júpiter Optimus Maximus, o templo mais importante da Roma Antiga

O Fórum na Roma Antiga

Fontes bibiliográficas:

210 Reasons for decline of  Roman Empire. Acessado em 28 de abril de 2020.
Why Rome Fell - 210 reasons. Acessado em 28 de abril de 2020.

Artigo publicado em 28/04/2020.



Foto de membro da equipe do site: Moacir Führ

Escrito por

Moacir Führ

Moacir tem 32 anos e nasceu em Porto Alegre/RS. É graduado em História pela ULBRA (2008-12) e é o criador e mantenedor do site Apaixonados por História desde 2018.

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet. Não seja um troll.