Busque no site
Ver mais opções
Conteúdos dos capítulos do livro

Livros   >    Outros temas de História

Encouraçados

531 visualizações    |    0 comentário(s)

Capa do livro Encouraçados, de Antony Preston
Informações técnicas

Autor: Antony Preston
Título original: Warships of the World
Coleção: Navios de Guerra
Páginas: 64
Editora: Imperial Novomilenio
Primeira publicação: 1982
Ano da edição: 1983
Idioma: Português

Sinopse

Durante quase um século, o encouraçado foi o símbolo do poder e prestígio nacionais. O Dreadnought foi a seu tempo uma maravilha da engenharia naval e a mais complexa arma de guerra até então construída. No espaço de pouco mais de uma década, o navio de linha de madeira, que dominara os oceanos durante séculos, foi tornado obsoleto pelo encouraçado, A combinação de blindagem de ferro, bombas explosivas e propulsão a vapor criou um navio de guerra aparentemente invulnerável.

O mito do encouraçado, estabelecido durante as incursões navais, foi obscurecido, senão totalmente desfeito, na Batalha de Jutlândia. Esta ação não teve vencedores, não obstante as pesadas perdas de navios e homens. Todavia, o encouraçado continuou a dominar as principais marinhas do mundo no período entre as duas guerras e atingiu seu apogeu çom os leviatás japoneses Yamato e Musashi. As primeiras batalhas do Pacífico durante a II Guerra Mundial mostraram que o porta-aviões tinha tomado a posição do encouraçado como navio capital Ainda assim, os encouraçados continuaram a desempenhar um trabalho útil durante toda a II Guerra Mundial e depois, combatendo na Coréia e no Vietnã do Sul. Ele tem ainda lugar nos planos da Marinha Americana como transportadores de misseis.

Encouraçados foi escrito por Antony Preston, um dos historiadores navais mais eminentes da Grã-Bretanha. Ilustrado com mais de 100 fotografias a cores e em preto e branco, este livro chamará a atenção de todo aquele que se interessa por navios, pelo mar e especialmente pela guerra naval.

Historiador
Antony Preston

Antony Preston (1938-2004) foi um historiador e editor naval inglês, especializado na área de história naval e design de navios de guerra dos séculos XIX e XX. Depois de se tornar um evacuado durante a guerra, ele foi educado na África do Sul na Escola King Edward VII, em Joanesburgo, e na Universidade de Witwatersrand. Em seu retorno à Inglaterra, ele passou alguns anos no National Maritime Museum, Greenwich, antes de se tornar editor do periódico "Defence". Durante a década de 1970, ele foi contratado por uma editora especializada, a Conway Maritime Press, como editor do anuário do Warship. Ele também produziu o boletim especializado Navint. No início dos anos noventa, assumiu o cargo de editor-chefe da revista Naval Forces no grupo editorial alemão Mönch. Ele saiu para retomar como editor da Warships em 1996. Antony Preston morou em Londres até sua morte em 2004. Antony Preston foi um prolífico autor de livros e artigos, e publicou sobre assuntos que vão desde a Revolução Americana até o poder marítimo moderno. Ele escreveu sobre história militar geral, bem como a maioria dos aspectos da história naval e assuntos navais modernos.

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado.

Outros livros sobre História Militar
Comentários sobre o livro

Cadastre-se ou faça login para comentar

Cadastre-se

Ainda não há comentários nessa página.
Seja o primeiro a comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.