Busque no site
Ver mais opções
Conteúdos dos capítulos do livro

Livros   >    Brasil República

O Poder Militar

667 visualizações    |    0 comentário(s)

Capa do livro O Poder Militar, de Hélio Silva
Informações técnicas

Autor: Hélio Silva
Páginas: 565
Editora: L&PM
Primeira publicação: 1984
Ano da edição: 1987
Idioma: Português

Sinopse

No Brasil só duas influências políticas se fizeram sentir ininterruptamente, em âmbito nacional: o Poder Militar e a Igreja. Os partidos políticos no Império, na República Velha ou na República Nova foram vistosas fachadas anunciando programas que não cumpriam, sem disciplina e arregimentação partidárias, atuando, periodicamente, por ocasião das eleições. A marginalização do povo, mantido fora das eleições, não deu a base popular, sem a qual os partidos políticos não existem. Até 1930 não havia o voto obrigatório nem o voto feminino. A participação do reduzido eleitorado era ridícula. Só depois de 1930, com o voto compulsório e o voto feminino passamos a ter um comparecimento eleitoral razoável, assim mesmo com a exclusão dos analfabetos, que reduz, de muito, a significação do pleito.

A sucessão presidencial na República Velha era a crise periódica sintomática do divórcio entre o povo, marginalizado, que não podia votar e os "conciliábulos" políticos, que assim dominavam os conchavos, os acordos, as alianças visando a pos-se da presidência.

A efervescência militar vai recrudescer no Primeiro e Segundo 5 de julho, na Coluna Prestes, preparando o ambiente para o movimento de outubro de 1930, quando é deposto, pela primeira vez, um Presidente da República. Getúlio Vargas conquista o apoio popular mas cimenta o Poder Militar por cujo apoio vai viver e morrer. Sem ele Vargas não teria sido o ditador que fechou o congresso em 1937. Nem depostos em 1945. Ou levado ao gesto trágico de 1954. O regime militar e a sua transição guiada mostram que o Poder Militar ainda está no poder.

Esse livro, escrito ao final da ditadura militar, mostra o papel essencial que o poder militar teve na história da república brasileira.

Jornalista
Hélio Silva

Hélio Ribeiro da Silva (1904-1995) foi um jornalista e médico brasileiro autor de diversas obras sobre o Brasil republicano. Paralelamente ao jornalismo e ao ativismo político, viveu sua paixão pela medicina. Começou a trabalhar como jornalista na década de 1920 e logo depois ingressou na faculdade de Medicina. Foi médico e professor durante cinqüenta anos e publicou mais de sessenta trabalhos científicos na área médica. No final da década de 1950 começou a escrever a monumental obra conhecida como o Ciclo de Vargas, em 16 volumes, que é fundamental para a compreensão do Brasil do século 20 e referência para todas as análises e teses correntes sobre este período.

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado.

Outros livros sobre Exército brasileiro
Comentários sobre o livro

Cadastre-se ou faça login para comentar

Cadastre-se

Ainda não há comentários nessa página.
Seja o primeiro a comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.