Busque no site
Ver mais opções
Conteúdos dos capítulos do livro

Livros   >    Brasil Império

Negociação e Conflito A Resistência Negra no Brasil Escravista

382 visualizações    |    0 comentário(s)

Capa do livro Negociação e Conflito, de João José Reis, Eduardo Silva
Informações técnicas

Autor: João José Reis, Eduardo Silva
Páginas: 152
Editora: Companhia das Letras
Ano da edição: 1989
Idioma: Português

Sinopse

A historiografia brasileira por muito tempo encarou a escravidão de forma bastante rígida. O escravo foi visto alternadamente como herói ou vítima e, sempre, como objeto, fosse de seus senhores, de seus próprios impulsos ou mesmo da História que se propunha a estudá-lo. 'Negociação e conflito' propõe uma nova abordagem do tema, resgatando as pequenas e grandes conquistas do dia-a-dia daqueles que, inversamente ao que até hoje se supôs, resistiam a se tornar meras engrenagens do sistema que os escravizara. Eduardo Silva e João José Reis mostram que, entre a passividade absoluta e a agressividade cega que os historiadores acostumaram-se a atribuir ao escravo, havia uma posição intermediária - a da negociação, a do compromisso com o sistema, a da engenhosidade no sentido de conquistar, em meio a todas as adversidades, um espaço onde se pudesse construir o próprio viver.

Historiador
João José Reis

João José Reis (1952-) é um dos mais importantes historiadores do Brasil, considerado uma referência mundial para o estudo da história e da escravidão no século 19. É escritor de diversos livros, dentre eles "A morte é uma festa" que lhe rendeu o Prêmio Jabuti de Literatura.

Historiador
Eduardo Silva

Eduardo Silva nasceu no Rio de Janeiro em 1948. Doutorou-se em História na University College London, na Inglaterra. Ex-chefe do Setor de História da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, é autor de "Barões e escravidão" (1984), "As queixas do povo" (1988) e, pela Companhia das Letras, "Negociação e conflito - a resistência negra no Brasil escravista (1989), em parceria com João José Reis, e "Dom Obá II D'África, O Príncipe do Povo - Vida, tempo e pensamento de um homem livre de cor (1997) e "As camélias do Leblon e a abolição da escravatura - uma investigação de historia cultural".

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado.

Outros livros sobre Escravidão no Brasil
Comentários sobre o livro

Cadastre-se ou faça login para comentar

Cadastre-se

Ainda não há comentários nessa página.
Seja o primeiro a comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.