Ele que o abismo viu - Epopéia de Gilgámesh

Livros > Mesopotâmia  |  12 visualizações

Capa do livro Ele que o abismo viu - Epopéia de Gilgámesh, de Sin-léqi-unnínni
Autor: Sin-léqi-unnínni
Páginas: 336
Editora: Autêntica Editora
Ano da edição: 2019
Idioma: Português
Skoob: Acessar

Sinopse:

Ele que o abismo viu é uma das versões do mito de Gilgámesh, a que é atribuída a Sin-léqi-unnínni (séc. XIII a.C.), considerada a mais completa e importante dessa tradição acádia, preservada em tabuinhas de argila que foram descobertas entre 1872 e 2014. O texto, traduzido do acádio e anotado por Jacyntho Lins Brandão, traz para o leitor brasileiro a mais ampla reconstrução do poema, que é o mais antigo registro literário que conhecemos. Na tradição que remonta a mais de quatro mil anos, ele é anterior a Homero, a Hesíodo e aos textos bíblicos. Nesse longo (e ainda fragmentário) poema encontramos, já elaborados de forma sofisticada, ideias, valores e leituras do mundo – além de vários mitos que aparecerão na tradição literária posterior, como a criação do homem a partir da argila, o dilúvio e a construção de uma arca para salvar as criaturas, humanos e animais.


Imagens

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado pela equipe do site.

Jacyntho Lins Brandão

Graduado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (1977) e Doutor em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo (1992). Professor Titular de Língua e Literatura Grega da Universidade Federal de Minas Gerais (1977-2018). É sócio fundador da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos. Foi Professor Visitante em universidades de Portugal, Argentina e França. Seus principais trabalhos são na àrea de literatura grega, língua grega e filosofia grega, além de no campo das literaturas acádias da Mesopotâmia antiga e da literatura comparada.

TAGS

Gilgamesh

Mais livros sobre Gilgamesh

Anônimo

A Epopéia de Gilgamesh

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet. Não seja um troll.