Fontes primárias

Fontes primárias de diversos períodos históricos. Sempre que encontrarmos alguma fonte iremos disponibilizá-la aqui, para que todos os interessados por História possam ter o acesso facilitado a esses documentos (essa seção se focará mais nas fontes escritas).

Rendição japonesa em 2 de setembro de 1945

Fontes primárias > Contemporânea  |  177 visualizações  |  753 palavras  |  1,5 páginas

Salvar nos favoritos

A rendição japonesa foi assinada em 02 de setembro de 1945 por Mamoru Shigemitsu, ministro das Relações Exteriores do Japão, e por outras autoridades japonesas a bordo do couraçado USS Missouri, com a presença do general norte-americano Douglas MacArthur. A rendição japonesa colocou fim a um conflito que havia começado muito antes de Pearl Harbor, com a invasão japonesa a China, Coréia e outros países asiáticos.

Imagem de capa: Mamoru Shigemitsu e outras autoridades japonesas a bordo do couraçado USS Missouri em 02 de setembro de 1945.

Essa fonte foi traduzida pelo site Apaixonados por História.

Nós, agindo por comando e em nome do Imperador do Japão, do Governo Japonês e da Sede Geral Imperial Japonesa, aceitamos as disposições estabelecidas na declaração emitida pelos Chefes dos Governos dos Estados Unidos, China e Grã-Bretanha em 26 de julho de 1945 em Potsdam, e posteriormente aderida pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, quatro potências doravante denominadas Potências Aliadas.

Proclamamos a rendição incondicional às Potências Aliadas do Quartel General Imperial do Japão e de todas as forças armadas japonesas e todas as forças armadas sob o controle japonês onde quer que estejam situadas.

Por meio deste, comandamos todas as forças japonesas onde quer que estejam situadas e o povo japonês a cessar imediatamente as hostilidades, para preservar e salvar de danos todos os navios, aeronaves e propriedades militares e civis e cumprir todos os requisitos que possam ser impostos pelo Comandante Supremo dos Poderes Aliados ou por agências do Governo Japonês sob sua direção.

Por meio desta ordenamos que o Quartel-General Imperial Japonês emita ordens imediatamente aos Comandantes de todas as forças japonesas e todas as forças sob controle japonês, onde quer que estejam situadas, para se renderem incondicionalmente e a todas as forças sob seu controle.

Por meio deste, ordenamos a todos os oficiais civis, militares e navais que obedeçam e façam cumprir todas as proclamações, ordens e diretivas consideradas pelo Comandante Supremo para as Potências Aliadas adequadas para efetuar esta rendição e emitidas por ele ou sob sua autoridade e nós ordenamos que todos esses funcionários devem permanecer em seus postos e continuar a desempenhar suas funções de não combatentes, a menos que especificamente dispensados ​​por ele ou sob sua autoridade.

Comprometemo-nos, por meio deste, pelo Imperador, o Governo Japonês e seus sucessores a cumprir as disposições da Declaração de Potsdam de boa fé e a emitir todas as ordens e tomar todas as medidas que possam ser exigidas pelo Comandante Supremo das Potências Aliadas ou por qualquer outro representante designado das Potências Aliadas com o propósito de dar cumprimento a essa Declaração.

Por meio desta, comandamos o Governo Imperial Japonês e o Quartel-General Imperial Japonês imediatamente a libertar todos os prisioneiros de guerra aliados e internos civis que estão sob controle japonês e garantir a sua proteção, cuidado, manutenção e transporte imediato para os locais que forem instruídos.

A autoridade do Imperador e do Governo Japonês para governar o estado estará sujeita ao Comandante Supremo das Potências Aliadas, que tomará as medidas que julgar adequadas para efetuar estes termos de rendição.

Assinado na Baía de Tóquio, Japão, às 09:04, no segundo dia de setembro de 1945.

MAMORU SHIEGEMITSU
Por comando e em nome do Imperador do Japão e do governo japonês

YOSHIJIRO UMEZU
Por comando e em nome dos japoneses
Quartel General Imperial

Aceito na Baía de Tóquio, Japão, às 09:03, no segundo dia de setembro de 1945, por Estados Unidos, República da China, Reino Unido e União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, e no interesse das outras Nações Unidas em guerra com o Japão.

DOUGLAS MAC ARTHUR
Comandante Supremo das Potências Aliadas

C.W. NIMITZ
Representante dos Estados Unidos

HSU YUNG-CH'ANG
Representante da República da China

BRUCE FRASER
Representante do Reino Unido

KUZMA DEREVYANKO
Representante da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas

THOMAS BLAMEY
Representante da Commonwealth da Austrália

L. MOORE COSGRAVE
Representante dos domínios do Canadá

JACQUES LE CLERC
Representante da Governo Provisório da República da França

C.E.L. HELFRICH
Representante do Reino da Holanda

LEONARD M. ISITT
Representante do domínio da Nova Zelândia

Mais fontes de Contemporânea

Acordos da Conferência de Cairo (1943)

Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948)

Fechar

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet.
Não seja um troll.

Item salvo nos seus favoritos

Nova atualização do site

Pega Title Pega URL