Busque no site
Ver mais opções
Conteúdos dos capítulos do livro

Livros   >    Brasil República

Os Bestializados O Rio de Janeiro e a República que não foi

464 visualizações    |    0 comentário(s)

Capa do livro Os Bestializados, de José Murilo de Carvalho
Informações técnicas

Autor: José Murilo de Carvalho
Páginas: 204
Editora: Companhia das Letras
Primeira publicação: 1987
Ano da edição: 1996
Idioma: Português

Sinopse

1888: Abolição do trabalho escravo. 1889: Proclamação da República.

Neste livro, José Murilo de Carvalho convida-nos a revisitar o Rio de Janeiro em suas primeiras encenações como Capital Federal. Cidade Maravilhosa, se acrescentarmos ao belo, o terrível; ao cômico, o trágico; à lógica, a loucura. Cidade mais que imperfeita, palco de políticas oficiais e invisíveis, de enredos conhecidos e mistérios insolúveis. História social e literária, antropologia urbana, crítica cultural, análise política: o autor atravessa com brilho todos esses campos para reconstruir de forma originalíssima os impasses de uma República nascente, que teimam em perturbar ainda o sono das elites brasileiras. Os Bestializados de ontem e de hoje são a face oculta de nosso modernismo: a cidade permaneceu alheia e atônita, buscando perdidamente seus cidadãos.

Historiador
José Murilo de Carvalho

José Murilo de Carvalho é professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ph.D. pela Universidade de Stanford, onde defendeu tese sobre o Império Brasiliero; lecionou também na Universidade Federal de Minas Gerais. Foi professor e pesquisador visitante nas universidades de Oxford, Leiden, Stanford, California (Irvine), Londres, Notre Dame, Gasset, Princeton e em Madrid. Publicou e organizou 10 livros e mais de cem artigos em revistas.

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado.

Outros livros sobre Proclamação da República
Comentários sobre o livro

Cadastre-se ou faça login para comentar

Cadastre-se

Ainda não há comentários nessa página.
Seja o primeiro a comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.