Livros

Informações detalhadas sobre livros de História, além de fotos e resenhas dos livros. Não vendemos livros!

Como seria sua vida no Antigo Egito?

Livros > Egito Antigo  |  2,6 mil visualizações

Capa do livro Como seria sua vida no Antigo Egito?, de Jacqueline Morley
Autor: Jacqueline Morley
Título original: How would you survive as an Ancient Egyptian?
Coleção: Como seria sua vida
Páginas: 48
Editora: Scipione
Ano da edição: 2002
Idioma: Português

Sinopse:

Como é que faraós, sacerdotes, camponeses e escravos passavam seus dias? De que maneira lidavam com a dor de dente? Por que as mulheres egípcias raspavam as sobrancelhas? E como sabemos sobre seu modo de vida? Esse livro resgata as diversas manifestações do cotidiano humano no Antigo Egito.


Análise do livro

MORLEY, Jacqueline. Como seria sua vida no Antigo Egito? São Paulo: Scipione, 2002.

A história do Egito é milenar. Normalmente chamamos de Egito Antigo o período que vai da unificação do Egito, por volta de 3100 a.C., até a morte de Cleópatra em 30 a.C. Ao longo de todos esses séculos o Egito passou por diversas transformações, por isso é sempre importante definir qual o período da História Egípcia que está sendo tratado quando se fala de "Antigo Egito". Essa obra se limita a apresenta o Egito durante o Novo Império (cerca 1550-1070 a.C), conforme esclarecido pela autora na página 6.

A obra é dedicada ao público infanto-juvenil e visa mostrar, através de exemplos, como era a vida cotidiana dos antigos egípcios, e quais eram os dilemas, prazeres e dificuldades enfrentadas por esse povo.

O livro é todo apresentado em uma linguagem direta, colocando o leitor como figura central do processo histórico, utilizando frases do tipo "Esse é tipo de casa em que você moraria...", "Se você ficasse doente...", "Quer seus pais fossem ricos, quer fossem pobres, você teria...."

Cada capítulo possuí duas páginas e apresenta um aspecto da vida cotidiana. O livro é amplamente ilustrado e têm uma quantidade gigantesca de informações, com colunas laterais e faixas inferiores apresentando tópicos relacionados ao tema central. Um exemplo: no capítulo sobre agricultura (Vivendo como um agricultor) as faixas laterais apresentam desenhos e textos sobre a vida de "Um Proprietário de terras", "O Ano na Fazenda" e a vida de "Um agricultor pobre", além de diversas ilustrações que dão suporte ao texto principal.

É claro que a obra possui muitas generalizações, algo completamente natural em um livro tão curto, e há inclusive alguns erros históricos resultantes disso. Mas essa obra não visa formar especialistas, é um livro para iniciantes e fornece uma boa referência visual sobre a civilização egípcia.

Resenha publicada em 04/04/2022.

Foto do membro da equipe: Moacir Führ

Escrita por

Moacir Führ

Moacir tem 34 anos e nasceu em Porto Alegre/RS. É graduado em História pela ULBRA (2008-12) e é o criador e mantenedor do site Apaixonados por História desde 2018.

Jacqqueline Morley

Formou-se na Faculdade de Somerville, Oxford. Lecionou inglês e história e agora trabalha como tradutora freelance e escritora. Escreveu ficção e não-ficção histórica para crianças e tem um interesse especial pela história da vida cotidiana.

Veja outros livros desse autor (+ 2)
Historiador(a)

Mais livros sobre Egito Antigo

Arlete Salvador

Cleópatra

Ciro Flamarion Cardoso

Deuses, Múmias e Ziggurats

Alberto Angela

Cleópatra

Margaret Bakos (org.)

Egiptomania - O Egito no Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Aceitar

Responda nossa pesquisa de opinião para que possamos entender melhor nosso público e oferecer melhores conteúdos:

Responder agora Já respondi