Busque no site
Ver mais opções
Conteúdos dos capítulos do livro

Livros   >    Brasil Império

Invasão paraguaia na fronteira brasileira do Uruguai

361 visualizações    |    0 comentário(s)

Capa do livro Invasão paraguaia na fronteira brasileira do Uruguai, de João Pedro Gay
Informações técnicas

Autor: João Pedro Gay
Coleção: Edições do Senado Federal
Páginas: 484
Editora: Senado Federal
Primeira publicação: 1867
Ano da edição: 2014
Idioma: Português

Sinopse

O Barão do Rio Branco considerava a obra do cônego João Pedro Gay uma fonte de informação fidedigna e minuciosa. O livro de João Pedro Gay, publicado em 1867 no Jornal do comércio, e ainda impresso no mesmo ano pela Tipografia Imperial e Constitucional de Villeneuve e Cia., é um documento fundamental da Guerra do Paraguai.

Este volume contém integralmente o texto do livro do cônego João Pedro Gay na sua primeira parte e, em seguida, escrita por E. F. Sousa Docca, uma segunda parte, em que o major comenta e acrescenta dados posteriores e explicações necessárias sobre a Guerra do Paraguai. O cônego João Pedro Gay era filho de agricultores franceses, nascido em Grenoble, e que, vindo para o Brasil, foi ascendendo dentro da Igreja e conquistando o respeito de seus pares e de historiadores contemporâneos, até ser acolhido como membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Dedicado pesquisador, o cônego legou ensaios e artigos de jornais no campo dos estudos históricos, entre eles, a História jesuítica do Paraguai. Muitas dessas obras ainda permanecem inéditas. Este livro registra a invasão paraguaia em Uruguaiana, desde o princípio até o fim, entre 10 de junho e 18 de setembro de 1865. Além de documento histórico, é um testemunho de quem viveu com as tropas alguns dos momentos mais importantes de nossa história.

João Pedro Gay

João Pedro Gay (1815-1891), nascido Jean Pierre Gay, foi um sacerdote católico e historiador francês radicado no Brasil. Estabeleceu residência em Santa Catarina em 1843, transferindo-se pouco tempo depois para o Rio de Janeiro onde foi professor de língua francesa, matemática e filosofia. Como padre, foi pároco em Alegrete.

Análise do livro

Esse livro ainda não foi resenhado.

Outros livros sobre Guerra do Paraguai
Comentários sobre o livro

Cadastre-se ou faça login para comentar

Cadastre-se

Ainda não há comentários nessa página.
Seja o primeiro a comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.